14/01/10

Vento


Tenho vento a soprar na minha mente
Vento frio,
Daquele que fecha todos dentro de casa.

Tenho vento a soprar na minha mente,
Um vento feito de palavras,
Feito das tuas palavras.
E quando o vento sopra,
Dói-me dentro do peito.

(Há dores que só a pessoa que as causa
As pode apagar.
E qual é a justiça disso?)

Cala as tuas palavras frias,
Que sopram um vento doloroso no meu peito.
Se queres dizer algo
Diz apenas coisas com calor.

14 de Janeiro de 2010



The wind takes the leafs where he wants them to go.
His tunes enchant our world, our thoughts and leave us frozen.

The Dance, Within Temptation



3 comentários:

Li... disse...

Nossa, adorei o texto! Muito bonito! Às vezes a dor que as palavras nos causam é maior que a dor física.

adriana boiça silva. disse...

muito muito obrigada, sim? um beijinho *

Péssima Estreia disse...

Nossa, adorei o texto!