02/10/10

A minha vida é uma merda.

E por mais que eu gostasse de poder pensar que a culpa é minha (e que, portanto, podia resolver a minha vida mudando-me apenas a mim), parece-me cada vez mais que as pessoas à minha volta é que me enterram, enterram e enterram como se me quisessem matar.

2 comentários:

annie disse...

isso é tão mau.

Tiago, O Puto. disse...

é a primeira vez que te ouço dizer tal coisa :o
nunca pensei que tivesses sentimentos! pareces mesmo uma pessoa normal! um ser humano.. :)