08/10/09

Magnetismo

Tu enrolas-me nas tuas palavras
E levas-me para os teus caminhos.
Prendes-me nos teus olhos,
Atrais-me para o teu redor
E fazes-me querer ficar.
Tu adoças-me e alegras-me
E prendes-me nas tuas teias.
Acordas-me e entorpeces-me
E fazes-me querer ficar.
Contigo, serve todo o lugar.
Porque onde hás tu, há sorrisos,
Há palavras que me aquecem o espírito,
Que me atam, que me encerram
Numa espécie de intensidade leve.
E mãos que me prendem
Sempre, sempre, ao teu redor.
E, então, fazes-me querer ficar.

8 de Outubro de 2009

1 comentário:

Péssima Estreia disse...

tu andas mesmo a usar o coração em vez da razão.